quarta-feira, 15 de julho de 2009

MEC oferece cursos de licenciatura gratuitos para professores

Segundo notícias de hoje, no jornal O Globo, o MEC irá fazer campanha para estimular a pré-inscrição dos profissionais da rede pública de ensino em cursos gratuitos de licenciatura.

As inscrições para o programa federal estam abertas há 15 dias e apenas 6,59% fizeram a pré-inscrição do total de 52.894 vagas que estarão disponíveis no segundo semestre deste ano.

O público alvo são professores de escolas estaduais e municipais. As vagas serão oferecidas inicialmente em 18 estados. Os procedimentos de pré-inscrição serão feitos pela internet no seguinte endereço http://freire.mec.gov.br/

2 comentários:

Francisco Canindé Rocha da Silva disse...

Isso mostra que temos hoje nesse país um governo que preocupa-se com a qualificação profissional como mecanismo de avanço educacional, que está sendo acompanhando com a parte de estruturação do ensino através da expansão das Universidades Federais, dos Centros de educação Tecnológicas (os antigos CEFET's), do Pro uni que está oferecendo vagas para o Ensino Superior em cursos que atá pouco tempo erm apenas sonhos para os estudantes de classe mádia baixa. Pena que a "grande mídia" ainda não consegue enxergar esses fatos e divulga-los de forma verdadeira.

um grande abraço e valeu pela matéria.

Claudionor de Melo da Silva disse...

Marcílio, desde já quero parabenizá-lo por essa inciativa, ou seja, ações como esta na criação desse blog, para trocar idéias, levar informações e de dar uma leitura crítica dos acontecimentos, isso é de fundamental importância, para elevar o nível de consciência dos leitores, ou melhor dos blogueiros. Bem quanto a questão da plataforma Freire que o MEC criou para a formação e graduação dos professores no Brasil, é mais uma das ações que esse governo estar realizando. Além disso, nós temos o PROINFO INTEGRADO, programa do Governo Federal que oferece atualmente um curso de Introdução à Informática na Educação, de 40 horas, em Lajes já está em andamento esse curso. E logo em seguida teremos um outro curso de 100 h, ( Ensinando e Aprendendo com as TIC). É lógico que necessitamos de uma política de formação continuada efetiva. No entanto, não se pode negar as iniciativas criadas nos últimos tempos a esse respeito. Mais uma vez parabéns pela iniciativa.