sábado, 21 de maio de 2011

Efeito da Era Lula:Babás vivem ascensão e chegam à classe média brasileira, diz 'NYT'


Babás brasileiras vivem um momento de ascensão, em que estão quebrando o estereótipo de trabalhadoras que cobram pouco e se dedicam muito, segundo reportagem do "The New York Times".

O jornal aponta que conforme aumentam as expectativas de melhora na qualidade de vida dessas profissionais, mais ela buscam trabalhar para as classes sociais mais abastadas e se tornam menos acessíveis para as famílias de classe média.

A Associação Brasileira de Linguística divulga nota de repúdio contra a burrice da mídia

A Associação Brasileira de Linguística (Abralin) divulga nota de repúdio contra a cobertura tendenciosa da imprensa.

Língua e ignorância

Nas duas últimas semanas, o Brasil acompanhou uma discussão a respeito do livro didático Por uma vida melhor, da coleção Viver, aprender, distribuída pelo Programa Nacional do Livro Didático do MEC. Diante de posicionamentos virulentos externados na mídia, alguns até histéricos, a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA - ABRALIN - vê a necessidade de vir a público manifestar-se a respeito, no sentido de endossar o posicionamento dos linguistas, pouco ouvidos até o momento.

Curiosamente é de se estranhar esse procedimento, uma vez que seria de se esperar que estes fossem os primeiros a serem consultados em virtude da sua expertise. Para além disso, ainda, foram muito mal interpretados e mal lidos.

Aécio articula para alijar Serra de postos de comando

Partidos : Estratégia piora clima que antecede convenção tucana

Raquel Ulhôa | VALOR

A pouco mais de uma semana da convenção nacional do PSDB que vai eleger a nova direção partidária, está clara a disposição da corrente ligada ao senador Aécio Neves (MG) de evitar que o ex-governador de São Paulo e candidato derrotado à Presidência José Serra ocupe cargo de projeção no comando da sigla. Junto com o presidente do partido, deputado Sérgio Guerra (PE), Aécio está à frente das articulações. Estratégias de ação estão sendo definidas para 2012, visando fortalecer a candidatura presidencial da legenda em 2014. Um dos objetivos é evitar que o partido fique a serviço do projeto pessoal de Serra.

Nordeste terá qualificação profissional

Célia Froufe – O Estado de S.Paulo

O descompasso entre a demanda e a oferta de mão de obra deve fazer com que o governo priorize ações de qualificação profissional no Nordeste, que vem apresentando forte crescimento econômico. Na próxima semana, os Ministérios de Desenvolvimento Social e do Trabalho e Emprego levarão à presidente Dilma Rousseff um mapa detalhando a vocação econômica e a necessidade de melhoria profissional de municípios para atender à demanda por trabalhadores.

O estudo serve de subsídio para alcançar a meta de erradicar a miséria no País. “Vamos elencar as cidades mais vulneráveis e sabemos que há um porcentual muito grande no Nordeste”, disse o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, ao Estado.

Estado bate mais um recorde de arrecadação

O Rio Grande do Norte obteve mais um recorde de arrecadação. Dessa vez o aumento foi de 21,65%. O valor supera a até mesmo a arrecadação nacional.

Para a coordenadora geral do Sinte-RN, Fátima Cardoso está óbvio que o Estado está na sua melhor fase de arrecadação de impostos e tributos.

Ela ressalta que de acordo com a Lei 25% desse total arrecadado deve ser aplicado na educação pública. “Além disso temos também o aumento proveniente das verbas do Fundeb”, destaca Fátima.

A diretoria do Sinte-RN quer agora que o Governo diga claramente para onde está indo esse rio de dinheiro. “O Governo vai ter que explicar a população porque não atende as nossas reivindicações já que não pode mais dizer que não tem dinheiro”, ressaltou.

Fonte: SINTE - RN

Pinturas em 3D nas calçadas

Por mais incríveis que pareçam as imagens abaixo são pinturas feitas nas calçadas, pelo artista Julian Beever.

Ele consegue dar um extraordinário ar de realidade em suas obras de arte. O aspecto de 3 dimensões interage com os turistas de vários países que passam por ali e ficam encantados, assim como os pedestres locais, que também não perdem a oportunidade de tirar fotos hilárias como as mostradas abaixo.

Rosalba: Se for preciso vamos entrar...

Reproduzido do Blog do JBelmont

“Se for preciso vamos entrar”.

A declaração foi feita pela governadora Rosalba Ciarlini, ao responder a uma pergunta de uma servidora do Hospital Regional Tarcísio Maia, na noite desta sexta-feira, se iria, ou não, entrar na Justiça contra os servidores que permanecerem em greve.

A afirmação de Rosalba, para uma assessora da direção do Tarcísio Maia, foi captada pela reportagem da Rádio Difusora, que transmitia o Jornal Difusora, ao vivo do interior do hospital.

Deputados reagem às declarações do secretário

Anna Ruth Dantas
Repórter

As declarações do secretário chefe da Casa Civil Paulo de Tarso Fernandes classificando de “irresponsável” a lei do Plano de Cargos Carreiras e Salários para 14 categorias, feito pela gestão passada e aprovado pelos deputados estaduais, gerou reação na Assembleia Legislativa. Os deputados estaduais, da situação e oposição, negam que tenha sido irresponsabilidade a concordância com o projeto, que tramitou em 2010.

Aldair Dantas
Deputados estaduais rejeitam sugestão para alterar os planos de cargos e salários dos servidores 
Deputados estaduais rejeitam sugestão para alterar os planos de cargos e salários dos servidores

Para o deputado estadual Raimundo Fernandes (PMN) a aprovação dos projetos ocorreu em um “momento político”, sem qualquer responsabilidade da Assembleia Legislativa. “Os deputados não têm culpa disso. Além do mais, a Assembleia preservou a determinação de que os reajustes só poderiam ser concedidos caso o Estado esteja abaixo do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal”, comentou. Ele completou: “esses projetos foram aprovados pelos deputados de oposição e governo e não temos culpa”.

Rosalba é recebida com protestos em Mossoró

Rosalba Ciarlini vive mal-estar em sua terra natal

por Carlos Santos,

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) viveu uma situação incomum em sua terra natal, Mossoró, ontem à noite. Precisou de aparato policial para transitar e sair da cidade. Grevistas da Educação e Polícia Civil a receberam com palavras de protesto e faixas.

Com cenho visivelmente tenso, ela também não conseguiu disfarçar o mal-estar em entrevistas e discursos, fugindo ao seu estilo moderado.

O incidente ocorreu no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), que fazia festa para comemorar 25 anos de atividades. Ao mesmo tempo era entregue nova estrutura rodante para o Samu Regional.

Grito de socorro endereçado à governadora Rosalba Ciarlini

Reproduzo abaixo, do blog da Thaisa Galvão, Carta Aberta de uma servidora pública aposentada endereçada à governadora Rosalba Ciarlini em defesa dos seus direitos e dos seus colegas de trabalho.

"O que posso esperar mais na minha vida? Fico triste e desgostosa em ver o meu contra cheque, e procuro nas gavetas da memória, momentos mais cruéis do que este que atravesso agora."


CARTA ABERTA

O "grito de silêncio" de uma funcionária aposentada do Gabinete Civil do governo

O Blog publica agora Carta Aberta à Governadora, que acaba de receber de Igara, 31 anos de Palácio, e pela primeira vez sem a gratificação que complementava o seu contracheque.

Eis o grito de socorro da aposentada que fala por ela, e em nome dos colegas do Gabinete Civil do governo do Estado, que perderam as gratificações:

Natal, 18 de maio de 2011.
Carta Aberta à Governadora

Burocracia: criança aguarda há 2 meses que Estado conceda remédio para doença rara

Do Diário de Natal

Uma criança à espera do seu tratamento

Mesmo depois de vencer na Justiça, família aguarda há 2 meses que Estado conceda remédio para doença rara

Sérgio Henrique Santos // sergiohenrique.rn@dabr.com.br

Dizem que não há preço para a vida. Para uma jovem dona de casa, Antônia Maria de Oliveira (31), que mora com o marido e seus dois filhos no sítio Morcego, zona rural do município de Campo Grande, distante 265 km de Natal, a frase parece ter mais sentido. Desde outubro do ano passado ela trava uma luta na Justiça para garantir o direito de sua filha, Letícia Izabela de Oliveira Gondim, de 3 anos, ter acesso ao medicamento necessário para tratá-la de uma doença degenerativa rara.

Letícia precisa usar o remédio Zavesca (Miglustate), para estabilizar o avanço da Doença de Niemann-Pick Tipo C (NPC), enfermidade genética que compromete o sistema neurológico e atrofia braços e pernas. No dia 17 de março, a família obteve na Justiça o direito de receber a medicação gratuitamente do Governo do Estado. A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), no entanto, ainda não cumpriu o mandado judicial.

As inscrições para o Enem serão abertas às 10h desta segunda-feira (23)

MEC publica edital do Enem 2011; entenda as regras do exame

O Ministério da Educação publicou nesta quinta-feira (19) no "Diário Oficial da União" o edital com as regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2011). O exame será realizado nos dias 22 e 23 de outubro. As inscrições serão abertas às 10h desta segunda-feira (23) e poderão ser feitas até as 23h59 do dia 10 de junho. A taxa de inscrição é de R$ 35. O Enem é utilizado por muitas universidades públicas para o acesso ao ensino superior.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao MEC responsável pela organização do Enem, espera um total de 6 milhões de inscritos nesta edição do exame. O Inep já marcou outro Enem para o primeiro semestre do ano que vem, nos dias 28 e 29 de abril de 2012. O G1 mostra abaixo alguns pontos importantes que os estudantes que vão fazer o Enem devem estar atentos, indicados no edital do exame:

Inscrição

A lógica do enriquecimento de Palocci

por Maria Inês Nassif

Até o momento, mesmo com todos os revezes de sua vida pública, a imagem de Antonio Palocci, titular da Casa Civil, que emerge das denúncias de que teria aumentado o seu patrimônio pessoal em 20 vezes de 2006 a 2010, está longe de ser a de um ministro enfraquecido. É o retrato de corpo inteiro de um político muito forte. Palocci não tem poder apenas porque isso foi conferido a ele pela presidente da República, Dilma Rousseff, mas pela capacidade de se investir do papel de fiador de governos petistas, principalmente junto ao mercado. No governo de Luiz Inácio Lula da Silva, foi o fiador de um candidato eleito considerado pelo mercado como um incendiário; no governo Dilma, de uma presidente com um passado revolucionário que carregava a tiracolo um ministro da Fazenda, Guido Mantega, nada ortodoxo, e optou por tirar do Banco Central outro "fiador" do mercado, Henrique Meirelles.

MEC coloca Serra em seu devido lugar

 

Do Esquerdopata



Negligência e Truculência.

“Veja o jogo de faz de conta do Governo, só falam no limite prudencial e negociação global”.

“Senhores por favor, não subestimem a inteligência das pessoas, quem quer resolver trata caso a caso, afinal se não posso encher o tangue do carro, coloco a gasolina que posso e ando muitos quilômetros a frente e aos poucos vou me aproximando do destino. MAS QUEM NÃO QUER RESOLVER, ARRANJA DESCULPA!

Entendendo o que eles estão falando: Se o Governo não tiver milhões para resolver tudo, quem precisa só de mil vai continuar a passar fome E ASSUNTO ENCERRADO. Qual a lógica dessa situação? Uma só, NÃO QUEREM RESOLVER E ESTÃO INVIABILIZANDO OS SERVIÇOS PÚBLICOS, dando uma grande demonstração de como se comete incompetência administrativa.

Depois vem a inteligente colocação que NÃO VÃO NEGOCIAR COM OS SERVIDORES PARADOS, ENTÃO DIGAM, HOUVE NEGOCIAÇÃO QUANDO ESTAVAM TRABALHANDO? A cada dia uma nova categoria fala em greve, o coro aumenta e eles continuam provocando a inviabilidade do serviço público.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Mais uma greve: professores da UERN decidem parar por tempo indeterminado

Os professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte definiram a data de 30 de maio como a limite para o Governo apresentar uma proposta de reajuste salarial. Caso contrário a categoria entrará em greve por tempo indeterminado.
 
Durante audiência hoje, o professor Flaubert Torquato, presidente da ADUERN, informou aos docentes sobre a audiência realizada entre os segmentos da universidade e a Secretaria de Planejamento do Estado.

O secretário Obery Rodrigues não sinalizou um acordo imediato e descartou haver condições de atender à reivindicação salarial ainda este ano. Sobre a autonomia financeira e o descontigenciamento dos recursos destinados à UERN, o secretário disse que o Governo está aberto às discussões.

Fonte: Panorama Político

Carlos Santos:"Gabinete de Crise" ou a prosperidade da intolerância

Está claro que o Governo Rosalba Ciarlini (DEM) precisa repensar e mudar estratégia de convivência com os movimentos grevistas. Do jeito que está, não dá.

Bate na parede e volta. Rosna, estrebucha e anda em círculos.

As relações estão ficando esgarçadas, porque alguns interlocutores e a própria governadora vêm manifestando intolerância, derrapando no verbo e alimentando o confronto.

O bom senso precisa ser resgatado de parte a parte.

Chega de politicalha ou do uso de expedientes menores, que na província mossoroense costumam funcionar, em face do pleno aparelhamento da mídia, da inércia dos movimentos sociais e do poder quase onipotente da prefeitura.

No Estado, a partir de Natal, é diferente. O Estado não é a Prefeitura de Mossoró e o Rio Grande do Norte não é Mossoró.

Centrais do Cidadão paralisam atividades nesta terça-feira

As Centrais do Cidadão do Praia Shopping, Via Direta, Alecrim e Zona Norte vão fechar por algumas horas nesta terça-feira (24). A paralisação será realizada como medida de advertência em função do atraso no pagamento das gratificações que deveria ser realizado no mês de maio.

De acordo com os servidores, o pagamento deveria ser feito no final deste mês, mas o governo pediu mais 120 dias de prazo, o que gerou descontentamento entre os funcionários que resolveram parar os atendimentos como alerta. Os trabalhadores reivindicam ainda melhores condições de trabalho.

Até o momento apenas unidade do Centro ainda não aderiu ao movimento.

Fonte: Blog do JBelmont

Greve Professores: Casa Civil diz que não negociará com servidores

Casa Civil diz que não negociará com servidores

Quase 20 dias após o início da greve dos Trabalhadores em educação do Estado, o secretário chefe da Casa Civil, Paulo de Tarso, disse que o governo não negociará com a categoria. A coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso, disse que os trabalhadores receberam a notícia com surpresa. “Definitivamente, não esperávamos isso. Temos 90% da rede de ensino paralisada, o governo passou todo esse tempo se esquivando de apresentar uma proposta e agora simplesmente diz que não quer negociar. Isso é, no mínimo, uma falta de respeito com a nossa categoria e com a sociedade.”, afirmou a dirigente.

Sindicatos dos servidores estaduais criticam posição do governo do RN

Reproduzo abaixo matéria publicada no jornal Tribuna do Norte com representantes dos sindicatos das categorias em greve ou que anunciaram paralisação, onde criticam a posição do governo e fazem avalições do movimento grevista.

Entidades criticam posição do governo


Representantes dos sindicatos das categorias estaduais que já estão em greve ou que anunciaram o dia da paralisação dos serviços, receberam com muitas críticas a posição do Governo do Estado de não negociar em separado com cada categoria a implantação dos planos de cargos, carreiras e salários.

Todos elogiam negociações em conjunto no futuro, mas se mostram enfáticos: defendem que os pleitos de agora são individuais. “Não estamos lutando por aumento salarial. Estamos em busca do cumprimento de uma lei que deve ser cumprida”, esclarece o presidente do Sindicato dos Médicos, Geraldo Ferreira.

A evolução do Nordeste

The Economist e a evolução do Nordeste

Por Sandro_Araujo
 

Em artigo publicado na edição desta semana, a revista The Economist narra a evolução da região nordeste, enfatizando que “A região mais pobre do país está diminuindo a distância com o próspero sul”.

Dr. Rosinha: Escritores gozam da tese linguística da velha mídia


Os escritores Marcelino Freire e Cristovão Tezza participaram nesta semana do programa “Entre aspas”, apresentado por Mônica Waldvogel na GloboNews. Com bom humor, os dois escritores rechaçaram a tese da Globo (e da velha mídia), que, a partir de trechos retirados do contexto, ataca o livro “Por uma vida melhor”, adotado pelo Ministério da Educação para turmas de jovens e adultos.


Quando a apresentadora fala em “regra errada do português”, imediatamente Tezza, professor aposentado da UFPR, a interrompe e a corrige: “Variedades não padrão”.

Espanhois protestam contra a crise

Milhares de manifestantes ocupam o centro de Madri



 Milhares de pessoas reuniram-se esta terça-feira na Puerta del Sol, em Madri, em protesto contra as medidas de austeridade. Os manifestantes pretendem ocupar as ruas até o próximo 22 de maio, dia das eleições autônomas e municipais. As redes sociais têm ajudado a mobilizar milhares de pessoas em diversas cidades da Espanha, em um movimento conhecido inicialmente como “os indignados” e que recentemente ganhou o nome de "15M". O movimento tem invadido as ruas e as redes sociais em defesa de mudanças na economia e na condução política do país.

Cantanhêde atiça a “massa cheirosa”

Foto: Wilson Dias-ABr   
Por Altamiro Borges

Eliane Cantanhêde, uma das principais colunistas da FSP (Folha Serra Presidente), sempre teve “laços afetivos” com o alto tucanato. Durante a chamada crise do “mensalão do PT”, em 2005/2006, ela foi uma das vozes mais estridentes contra o presidente Lula. Já na campanha eleitoral do ano passado, ela mostrou todo o seu entusiasmo militante com a candidatura de José Serra ao estrelar um vídeo, toda faceira, no qual elogiava a “massa cheirosa” do PSDB.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Governo mantém discurso de dificuldade econômica e frustra professores da Uern


aduern_sedePor: Nathan Figueiredo


aduern_sedeA representação dos professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) saiu frustrada da audiência com o secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues, sobre reajuste salarial.

O encontro ocorreu nesta quinta-feira (19) em Natal.

Segundo o presidente da Associação dos Docentes da Uern (Aduern), professor Flaubert Torquato, a categoria esperava mais do Governo do Estado sobre a pauta de reivindicação encaminhada há cerca de 45 dias.

O sofrimento do povo chagassiano: mais de duas mil pessoas foram “removidas” das ilhas


Base militar tornou “sem ilha” o povo chagassiano

Um drama ocupa hoje espaço de destaque na edição de hoje do jornal inglês The Guardian.

É o sofrimento do chagassianos, antigos habitantes do Arquipélago de Chagos, a leste da costa africana, a meio caminho da Ásia.

Mais de duas mil pessoas foram “removidas” das ilhas, entre 1967 e 1973 para as ilhas Maurício. A finalidade foi usar a maior de suas ilhas, Diego Garcia, como base aérea e naval dos EUA , com estruturas de apoio inglesas nas demais ilhas. Quem não aceitou a “remoção” foi embarcado à força e aprisionado nas Ilhas Seychelles, hoje um famoso paraíso fiscal.

Professora Amanda Gurgel :Isso é o principal e não a minha imagem ou até mesmo as minhas palavras, mas a situação

"Olha, eu preferia começar falando sobre outro assunto. Porque o mais importante na minha fala, que foi transformada em vídeo, e nessa repercussão toda que está tendo, é que isso reflete uma situação existente há muito tempo na nossa categoria."


 Veja abaixo a entrevista da professora Amanda Gurgel ao jornal Tribuna do Norte:

“Eu não entendo essa repercussão”

Isaac Lira
Repórter

A professora de Língua Portuguesa, Amanda Gurgel, teve ontem a sua rotina alterada. Nada muito brusco, mas pequenos detalhes denunciavam as mudanças. Na assembleia dos professores, ontem à tarde, costumeiramente frequentada por Amanda, vez ou outra alguém a abordava para dar parabéns. Da mesma forma, o telefone celular da professora tocou bem mais vezes do que toca normalmente. Do outro lado da linha, mais congratulações. O motivo para tanto reconhecimento é um vídeo publicado no You Tube e difundido via Twitter onde Amanda expõe a situação dos professores do Estado. O discurso foi proferido no último dia 10 de maio, em uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa.

Pobres pagam mais impostos que ricos, aponta Ipea

As famílias mais pobres são as que pagam mais impostos, segundo estudo divulgado nesta quinta-feira pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

De acordo com a pesquisa, 32% da renda dos mais pobres é convertida em pagamento de tributos. Desses, 28% são em impostos indiretos, como ICMS, IPI e PIS/COFINS e 4% diretos, como Imposto de Renda, IPTU e IPVA.

Já os que ganham mais, pagam 21% de impostos do total de sua renda. Desse total, 10% são em tributos indiretos e 11% em tributos diretos.

A indignação das ruas


Os protestos populares na Espanha não diferem, em sua essência, dos que ocorreram e ocorrem nos países árabes. Excluída a observação de que a Europa começa nos Pirineus, que tenta localizar historicamente a Península Ibérica na África, há mais do que a proximidade geográfica na semelhança entre os movimentos. Se, no caso dos países árabes, muitos dos manifestantes se insurgem contra o poder pessoal, na Espanha esse protesto se dirige contra o sistema como um todo.

No capitalismo neoliberal, dominado por banqueiros corruptos, políticos corruptos, intelectuais corrompidos, e alguns poderosos meios de comunicação, pouco importa o partido que se encontre no poder: a ordem de domínio e de exploração é a mesma.

Sinpol explica suposta ameaça de confronto armado com PM

A manifestação dos policiais civis do estado, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (19), na Governadoria, teve momentos de tensão. Em greve desde o início da semana, os policiais civis queriam chamar a atenção da governadora Rosalba Ciarlini e pedir que o Executivo sentasse à mesa de negociação com a categoria. No entanto, a possibilidade de que a Polícia Militar fosse acionada para retirar os manifestantes do local fez com que a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do estado (Sinpol), Vilma Marinho, informasse que os civis também estavam armados e iriam resistir.

Suposta ameaça de confronto


Acredito no bom senso da governadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) e que não cometerá o mesmo erro do ex-governador José Serra (PSDB-SP), que em 2008, numa greve da Polícia Civil, acabou de certa forma permitindo o confronto entre policiais civis e militares (veja aqui) .

Foram enviados ao local carros do Corpo de Bombeiros, camburões da PM e da tropa de choque, que chegou a atirar bombas de gás de pimenta e lacrimogênio contra os manifestantes. Dois helicópteros e uma ambulância também foram enviados para a área.(aqui)

O embate resultou em 23 feridos e teve repercussão internacional, no Times Online e no site do jornal espanhol El País.  

Entretanto, acho que isso foi apenas um mal-entendido. Até porque, se depender dos policiais civis e militares isso não irá acontecer no RN. Pois, são profissionais responsáveis que sabem dos seus direitos e deveres.

Para explicar esse episódio, o Sindicato dos Políciais Cívis (Sinpol)  divulgou nota convocando uma coletiva de imprensa para esta sexta-feira (20): 

Diante do posicionamento rígido do governo de não negociar com o funcionalismo publico estadual e de não saber lidar com manifestações dos servidores, insatisfeitos com este modelo de administração que não dialoga, o SINPOL convoca uma coletiva de imprensa para as 9h desta sexta-feira (20), para esclarecer sobre fatos recentes, que podem gerar duvidas na opinião publica.

A coletiva acontece na sede do Sindicato, situado a Av. Rio Branco, 825 - Cidade Alta.

Código Florestal: Aldo e os bastidores da negociação do módulo fiscal

por Renato Rovai


Um dos pontos que tem “pegado” no debate do código florestal é a questão do módulo fiscal (unidade de medida para área agrícola) que varia de acordo com a região.

No Rio Grande do Sul, em alguns lugares é de 7 hectares cada. Na Amazônia, chega a até 100 hectares.

Por conta disso, a liberação que o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP) propõe, permite que terrenos com até 400 hectares, na Amazônia, estejam liberados das restrições de Reserva Legal. Algo muito diferente dos limites da lei atual. Hoje, no bioma amazônico, a Reserva Legal é de 80% do terreno, independente do tamanho.

Se esse ponto vier a ser aprovado no novo Código Florestal, o que provavelmente vai acontecer é que proprietários de áreas maiores vão fatiá-las para fugir das restrições. E o governo não vai poder fazer nada para impedir o desmatamento.

Há algo no ar além dos aviões de carreira

por Carlos A. Barbosa

Por mais que a governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini (DEM) queira esconder, por mais que queira disfarçar, há uma crise iminente, sobranceira no seio do governo. E não é só em relação as greves dos servidores – professores, policiais civis e a dos médicos prestes a ocorrer. Trata-se também de cunho político. E o pior: Dentro do seu próprio partido.

O pedido de demissão do secretário estadual de Administração Manoel Pereira, da fina flor do agripinismo, e de Carlos Lira, do Ipern, é correto dizer que isso tenha ocorrido devido a divergências da governadora com o senador José Agripino Maia.

Governo cancela diálogo; Ipern deve parar na segunda-feira

Servidores do Instituto de Previdência do Estado (IPERN), através do seu comando sindical, tinham negociação marcada com o Governo Rosalba Ciarlini (DEM).

Houve cancelamento. Sem justificativa. E sem nova data para eventual diálogo.

O encontro era com o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo de Tarso Fernandes, às 18h desta quarta-feira (18).

O Ipern deverá sofrer também com greves.

A princípio, a paralisação está marcada para ter início na segunda-feira (23).

Fonte: Blog Carlos Santos

Onda de greves por reajustes salariais

Paulo Sérgio Freire
Da Redação

Uma avalanche de greves e paralisações assola o Rio Grande do Norte, em sua maioria, por servidores públicos do estado. Estão parados e sem perspectiva de retorno os professores estaduais de ensino e os policiais civis. Estão com greves marcadas para a próxima semana, os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), os servidores do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) e do Instituto de Previdência do Estado (IPERN).

No caso dos professores da rede estadual de ensino, a greve foi iniciada ainda no dia 28 de abril, ou seja, há 30 dias, e até o momento nenhum prazo de retorno foi estabelecido devido a impasse nas negociações entre o Estado e a categoria. Os professores da rede estadual reivindicam reformulação do Plano de Carreira do Magistério que propõe piso salarial de R$ 1.530,00 para professor de nível médio, para regime de 30 horas semanais.

Deputados da oposição se aliam aos servidores estaduais e tempo esquenta na Assembleia


    
              Nélter Queiroz                                 Fernando Mineiro                           Fábio Dantas

O tempo fechou hoje a tarde na Assembleia Legislativa devido às cobranças da oposição pela implantação do plano de cargos e carreiras dos funcionários estaduais e a convocação de aprovados no concurso da Polícia Militar.

Policiais civis surpreendem Rosalba com manifesto em frente ao Tribunal de Justiça

 

 
Os policiais civis do Rio Grande do Norte, em greve desde a terça-feira (17), pregaram uma surpresa ontem à governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Aproveitando-se da visita de Rosalba a presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Judite Nunes, para discutir a crise envolvendo empréstimo de R$ 7 milhões feito pelo governo anterior, os policiais civis radicalizaram com faixas, carros de som e até fogos de artifício.

Médicos do estado entram em greve no dia 1º de junho

Por: Nathan Figueiredo

mdicos_decidiram_realizar_greve_por_unanimidadeEm assembléia realizada ontem (18), na sede do Sinmed (foto), os médicos da rede estadual de saúde decidiram, por unanimidade, realizar greve geral a partir do dia 1º de junho.

A classe médica optou pelo movimento grevista devido à quebra de compromisso do governo que, desrespeitando a lei de 31/03/2010, não pagou a incorporação prevista para este mês de maio.

O significado do lulismo

Reproduzido do Escrevinhador

Maringoni e o significado do lulismo
 
O artigo que faço questão de reproduzir abaixo é a melhor análise que já li sobre o significado profundo do lulismo.

O texto é longo, mas ao mesmo tempo claro: em 42 itens, Gilberto Maringoni define o que foi o governo Lula, e  que parece ser o novo governo Dilma. Vale a pena ler. É uma aula de história, em linguagem jornalística: 
“As gestões capitaneadas pelo PT conformam um novo pacto social. Tudo indica não se tratar de algo episódico, mas de uma mudança estrutural em relação ao cenário observado ao longo dos anos 1980 e 1990. O processo só encontra paralelo na aliança delineada por Getulio Vargas a partir de 1930.”
Destaco um ponto em especial: Maringoni detecta que os avanços empreendidos pelo lulismo significam uma adesão ao velho programa econômico do PMDB de Conceição Tavares: nacionalismo moderado e defesa do Estado, para criar mercado interno de massas.

Emprego Formal e Nível de Escolaridade dos Trabalhadores no RN

Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, a partir dos números da RAIS, o RN possuía em dezembro de 2010 um total de 575.026 trabalhadores formais. Em relação a 2009 o estado registrou crescimento de 36.269 vagas, equivalente a uma variação relativa de 6,73%.

Os setores como maiores números de trabalhadores formais no estado são: administração pública (183.683), serviços (146.684) e comércio (102.291). Em termos de crescimento aqueles que registraram as maiores variações absolutas no ano passado foram: serviços (11.135), construção civil (9.842) e comércio (9.101). Relativamente a construção civil foi o setor que mais cresceu, com aumento de 34,33% no número de pessoas ocupadas.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Uma crise de Estado e não apenas do Governo Rosalba Ciarlini




Diante de papeis assinados, leis publicadas e concursos realizados, o Estado (e não Rosalba) precisa respeitar a legalidade, sobretudo com segmentos do serviço público. Do contrário, precisará receber algumas aulas do sério "jogo do bicho," onde realmente vale o que está escrito.




Reproduzido do Blog do Carlos Santos


 A crise financeiro-administrativa do Estado do Rio Grande do Norte seria menor, caso o governador fosse Iberê Ferreira (PSB)? Essa é uma pergunta necessária, hoje.

É fácil perceber que até o momento, esse quadro tem sido discutido muito mais sob componentes políticos e interesses localizados, do que sob uma ótica racional e técnica. Sobra fervor passional.

"Por uma vida melhor": por que abolir os conceitos de “certo” e “errado”.

Por Daniela Jakubaszko*

A polêmica que se criou em torno do livro Por uma vida melhor, da coleção Viver, aprender, adotado pelo MEC, é inútil e representa um retrocesso para a Educação.

Como lingüista e professora de português defendo ardorosamente a utilização do livro. Vou explicar, mas antes faço alguns esclarecimentos:

1. A escola é o lugar por excelência da norma culta, é lá que devemos aprender a utilizá-la, isso ninguém discute, é fato.

2. O livro NÃO está propondo que o aluno escreva “nós pega” – como estão divulgando por aí - ele está apenas constatando a existência da expressão no registro “popular”. Do ponto de vista cotidiano, a expressão é válida porque dá conta de comunicar o que se propõe. E ela é mais que comum e, sejamos sinceros, é a linguagem que o leitor dessa obra usa e entende. Será que é intenção da escola se comunicar com ele de verdade? Se for, ela tem que usar um livro que consiga fazer isso. Uma gramática cheia de exemplos eruditos e termos que o aluno não consegue nem memorizar, com certeza, não vai conseguir.

3. O que o livro está propondo é trocar as noções de “certo” e “errado” por “adequado” e “inadequado”. E isso é mais que certo. Vou explicar a seguir.

Trabalhadores em educação reafirmam continuidade da greve

Da Redação

Reunidos em assembleia na tarde desta quarta-feira (18), os trabalhadores em educação da rede estadual de ensino reafirmaram a continuidade da greve.

De acordo com Janeayre Souto, diretora de Organização do SINTE, nessa assembleia os trabalhadores realizaram uma avaliação do movimento grevista, bem como criticaram o descaso e a insensibilidade do governo Rosalba Ciarline Rosado para com a greve dos trabalhadores em educação.

Governadora do RN ameaça cortar o ponto dos servidores em greve

Quando um governante ameaça cortar o ponto é porque não quer negociar. 

Também acho justo que todo trabalhador receba de acordo com seus Planos de Cargos e/ou Piso Salarial. Portanto, não dá para aceitar que um governante ameace servidores que reivindicam direitos garantidos por lei.

Veja matéria abaixo retirada do Panorama Poítico.


18 de maio de 2011 às 17:50
Governadora Rosalba sobre greve: “é justo quem não trabalha não recebe”

Embora ponderando que ainda não conversou com o secretário estadual de Segurança e Defesa Social, Aldair Rocha, sobre a greve dos policiais civis, a governadora Rosalba Ciarlini voltou a defender o corte do ponto para os grevistas.

“Ainda não estive com o secretário, vamos fazer uma avaliação. Agora não só com o policial civil, mas com todos acho justo que quem trabalha receba e quem não trabalha não receba”, disse Rosalba Ciarlini.

A recusa da Índia aos caças americanos

Por Alberto Porem Junior

Uma notícia para apimentar o debate sobre a compra dos caças pelo Brasil.

- A índia ia comprar 126 caças F-18 dos EUA. Obama foi lá, agardeceu, deu parecer favorável a entrada da Índia no CS e a India vai declinar do F-18 pelas mesmas razões cansadas de ser debatidas aqui no blog, a desconfiança das intenções americanas. Vai ficar entre... Rafale ou Typhoon. E tem mais, parece que os americanos querem vender reatores nucleares e não serem responsabilizados por possíveis acidentes. Será que eles não leram o Código do Consumidor? rsrsrs...

Da Folha.com

Índia recusa caças americanos e contraria o governo Obama

A relação entre EUA e Índia, cultivada por Washington para contrabalançar a ascensão da China, foi estremecida com a decisão de Nova Déli de descartar os jatos militares americanos F18 em sua nova aquisição de caça-bombardeiros.

Professora Amanda Gurgel é destaque nacional



A brilhante fala da Professora Amanda Gurgel, em depoimento durante audiência pública na Assembleia Legislativa do RN, fazendo um resumo da situação precária em que se encontra a educação no nosso Estado e, principalmente, da falta de valorização do professor, está ecoando por todo o país. O nome de Amanda Gurgel já é desque nas redes sociais do Brasil.  
 
Veja:

Professora Amanda Gurgel, do RN, fala sobre situação crítica da educação e vira heroína nas redes sociais

Emater-RN seleciona professores para o Planteq 2011

Por Assessoria Emater-RN

Os professores candidatos a compor o quadro docente do Plano Territorial de Qualificação do RN (Planteq-RN) serão selecionados nessa quinta-feira, dia 19 de maio. As entrevistas acontecerão no escritório central da Emater-RN, no Centro Administrativo do Estado.

O Planteq-RN, implantado no ano passado, funciona por meio de uma parceria entre a autarquia e o Governo do Estado, através do Sine-RN, financiado com recursos do Ministério do Trabalho e Emprego. Seu objetivo é oferecer conhecimentos teóricos e práticos aos agricultores e agricultoras familiares, através de várias tipologias: fruticultura, bovinocultura, agroecologia e meio ambiente, avicultultura, mandiocultura e sanidade animal.

RN: Professores em greve cobram apoio dos deputados estaduais

Professores em greve cobram apoio dos deputados estaduais
  Valdir JuliãoProfessores foram à Assembleia Legislativa cobrar empenho dos deputados



Os professores da rede pública estadual, em greve desde o início do mês, realizaram uma manifestação em frente à Assembleia Legislativa, na tarde desta quarta-feira (18). O movimento tinha como objetivo atrair a atenção dos deputados e cobrar dos parlamentares ajuda para solucionar problemas na educação.


Entre outros motivos, a greve está instalada principalmente devido à não implantação do plano de cargos, carreiras e salários da categoria, que teria o salário inicial de R$1.530,00. Com a alegação por parte do Governo de que não há condições para atender às demandas, os profissionais seguem em greve.

Livro amaldiçoado pela mídia e por todos que tropeçaram na pegadinha.

O livro "maldito"

“Não tenho sabença,
pois nunca estudei,
apenas eu sei
o meu nome assiná.
Meu pai, coitadinho,
vivia sem cobre
e o fio do pobre
não pode estudá”
(Patativa do Assaré)


Li o capítulo do livro amaldiçoado pela mídia e por todos que tropeçaram na pegadinha.

Merval Pereira afirma hoje em sua coluna que o livro irá prejudicar a produtividade da economia brasileira!

Esse escândalo, obviamente, tem o objetivo de horrorizar setores da classe média, que até hoje se recuperam do trauma de ter um presidente da república que não falava segundo a "norma culta" da língua.

terça-feira, 17 de maio de 2011

RN: Adesão da greve na Polícia Civil é maciça, diz o Sinpol

Adesão da greve na Polícia Civil é maciça, diz o Sinpol

O comando da greve geral de agentes e escrivães da Polícia Civil avaliou, no final da tarde de hoje, como maciça, a adesão ao movimento de greve iniciado pela manhã.

Com a greve, só estão garantidos os procedimentos de flagrante delito nas delegacias de plantão das Zonas Sul e Norte, para ocorrências em Natal e na Região Metropolitana; e, no interior, nas delegacias regionais.

Estão suspensos a confecção de boletins de ocorrência, realização de investigações, emissão de certidões e de atestados, assim como os encaminhamentos de inquéritos à Justiça.

Com informações da Assessoria de Imprensa do SINPOL/RN.

Haddad explica como são escolhidos os livros didáticos

Clique no link abaixo:

Obscurantismo em marcha no linchamento do livro didático

Reproduzido do Luis nassif

Por Silvana

Que tal dar uma olhada no capítulo do livro que tem sido tão debatido? Recebi o pdf pelo twitter do Sergio Leo. Na boa, não é o liberou-geral que disseram não. Leiam e tirem suas próprias conclusões.

Comentário

Vai começar de novo essa imbecilidade macartista.

Anos atrás, meramente com o intuito de jogar lenha na fogueira da radicalização, o principal representante de Serra no jornalismo de esgoto conduziu uma campanha visando criminalizar uma psicóloga de 68 anos que orientava uma tese sobre redução de danos em ecstasy. Deu até Jornal Nacional, numa campanha sórdida, obscurantista, medieval.
Agora, esses problemas em torno do livro didático, procurando de todas as maneiras alimentar maneiras de criminalizar um tema técnico.

Escola usa comida para animais em merendas de crianças no CE

Amostra do alimento foi enviada à Vigilância Sanitária do município


A Prefeitura de Canindé (CE) investiga denuncias de irregularidades na cidade. Segundo funcionários de uma escola, o arroz servido no local, que tinha uma embalagem diferente e um cheiro estranho, era um suplemento alimentar para bovinos.

As orientações contidas no verso da embalagem se referiam ao preparo de alimentos para animais. Uma amostra do alimento foi enviada à Vigilância Sanitária do município para análise.

Todos os servidores estaduais vão paralisar atividades no dia 25

Publicado no Dia 17/05/2011


Elizangela Moura

A governadora Rosalba Ciarline está em uma fase ruim logo nesse início de governo, com desentendimentos com várias categorias, o que vem desencadeando uma série de movimentos grevistas, que podem gerar um verdadeiro colapso no estado.

Além dos professores e da polícia civil que estão em greve por tempo indeterminado, o Departamento estadual de trânsito - DETRAN e Emater, aprovaram indicativo de greve para o próximo dia 25.

De acordo com informações do sindicalista Hermes Alves, do sindicato dos servidores da administração indireta do Rio Grande do Norte, os servidores estão reivindicando a homologação do concurso público, volta das gratificações e horas extras, além do pagamento da segunda parcela do plano.

O que há em comum entre Rosalba e Micarla?

por Carlos A. Barbosa

O que existe em comum entre a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), e a prefeita de Natal, Micarla de Souza (PV). Ambas usam o governo federal como muletas para poderem administrar o estado e a sua capital. Senão vejamos:

Agora mesmo, tanto Rosalba quanto Micarla, recorreram ao governo do PT para viabilizar um projeto que há muito adormece na gaveta. A governadora Rosalba Ciarlini assinou nesta terça-feira (17), em Brasília, termo de anuência (compromisso) para a construção do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), o chamado metrô de superfície de Natal.

Funcionários do Detran decidem por greve

Início de gestão dramática para a governadora Rosalba Ciarlini.

Diante da tecla do Limite Produencial para justificar não a reajustes e pagamentos de gratificações, greves vão se somando.

A Polícia Civil começa hoje greve por tempo indeterminado, professores estão com os braços cruzados, técnicos da Secretaria de Tributação devem parar a partir do dia 21, e ontem os funcionários do Detran resolveram imobilizar os serviços, a partir de segunda-feira.

Das reivindicações do pessoal do Detran: homologação do concurso público, volta das gratificações e horas extras.

Os servidores do Gabinete Civil da Governadoria só não entram em greve porque não têm força para enfrentar o poder de pressão.

Sem gratificação desde janeiro, a situação chegou à gravidade tal que se renderam a agiotas, empréstimos vão se somando, juros altos…outros foram despejados de suas casas por falta de aluguel, alguns em depressão…coisas para se aproximar de uma tragédia.

Mas o que está acontecendo com o governo que a então candidata Rosalba prometeu cor de rosa…?

Não existe nenhuma audiência agendada para o dia de hoje entre a direção do SINTE e a Casa Civil do Estado

Da Redação

Direção do SINTE e os trabalhadores em educação da rede estadual em greve desde o último dia 02 de maio foram surpreendidos no início da manhã desta terça-feira (17). Com uma reportagem em um veiculo de comunicação da capital do estado, quando na reportagem era anunciado que estava agendada mais uma rodada de negociação entre o governo estadual e a direção do SINTE.

De acordo com Janeayre Souto, diretora de Organização do SINTE, essa foi uma falsa informação plantada pela impressa no estado. Ao tomar conhecimento dessa informação a direção se dirigiu para a SEEC e para o gabinete civil do estado em busca da confirmação dessa audiência e para surpresa de todos não existe nada.

Até agora o governo não se dispõe a apresentar nenhuma proposta de negociação, por parte do governo estadual.

A discussão sobre o livro didático

Por Allan Patrick

Do site de Marcos Bagno

Polêmica ou ignorância?

Discussão sobre livro didático só revela ignorância da grande imprensa

Marcos Bagno
Universidade de Brasília

Para surpresa de ninguém, a coisa se repetiu. A grande imprensa brasileira mais uma vez exibiu sua ampla e larga ignorância a respeito do que se faz hoje no mundo acadêmico e no universo da educação no campo do ensino de língua.

Jornalistas desinformados abrem um livro didático, leem metade de meia páginae saem falando coisas que depõem sempre muito mais contra eles mesmos doque eles mesmos pensam (se é que pensam nisso, prepotentemente convencidos que são, quase todos, de que detêm o absoluto poder da informação).

Uma defesa do "erro" de português

Da Folha

Uma defesa do "erro" de português

Hélio Schwartsman

O pessoal pegaram pesado. Da esquerda à direita, passando por vários amigos meus, a imprensa foi unânime em atacar o livro didático "Por uma Vida Melhor", de Heloísa Ramos. O suposto pecado da obra, que é distribuída pelo Programa do Livro Didático, do Ministério da Educação, é afirmar que construções do tipo "nós pega o peixe" ou "os livro ilustrado mais interessante estão emprestado" não constituem exatamente erros, sendo mais bem descritas como "inadequadas" em determinados "contextos".

Os mais espevitados já viram aí um plano maligno do governo do PT para pespegar a anarquia linguística e destruir a educação, pondo todas as crianças do Brasil para falar igualzinho ao Lula. Outros, mais comedidos, apontaram a temeridade pedagógica de dizer a um aluno que ignorar a concordância não constitui erro.

Eu mesmo faria coro aos moderados, não fosse o fato de que, do ponto de vista da linguística --e não o da pedagogia ou da gramática normativa--, a posição da professora Heloísa Ramos é corretíssima, ainda que a autora possa ter sido inábil ao expô-la.

Tá na hora do Estado criar vergonha na cara e fazer um sistema de segurança sério

Promotor Público em defesa do cidadão.

A repressão ao crime praticamente não existe em Mossoró. A polícia "sumiu" das ruas e enxergar uma viatura em operação virou tarefa para Sherlock Holmes.

Não por acaso, o promotor Hercy Pontes ter levantado a voz em defesa do cidadão. E fez duras críticas ao Estado, responsável pela segurança da população.

Tá na hora do Estado criar vergonha na cara e fazer um sistema de segurança sério - disparou Hercy Pontes, quando participava de uma reunião sobre a violência nas escolas, realizada quinta-feira (12/05) pela Gerência da Educação do Município.

Hercy Pontes defendeu a melhoria dos serviços de inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado, porém ressaltou que a violência do dia a dia se combate com a presença de mais policiais nas ruas.

Avaliação dos 120 dias do governo Rosalba (DEM-RN)

Detran ameaça parar

Vem outra greve por aí; agora é o Detran que ameaça parar

Servidores do Departamento de Trânsito do RN (DETRAN) estão em pé de guerra com o Governo do Estado. Vem outra paralisação por aí.

É possível que no próximo dia 23 estouro greve.

Hoje pela manhã, a categoria esteve reunida em Natal, aprontando movimento.

Fonte: Blog do Carlos Santos

Servidores do ITEP podem entrar em greve

Itep pode parar em junho

O Governo Rosalba Ciarlini (DEM) parece não ter trégua. Mais uma categoria ensaia nova greve.

Servidores do Instituto Técnico-Cientìfico de Polícia (ITEP) amolam a "faca" para outra paralisação. Fizeram a primeira logo no início da gestão.

Houve paralisação em fevereiro, com estes pleitos: regularização do pagamento da gratificação de plantão e adicional noturno, encaminhamento do anteprojeto de lei do Estatuto do Itep.

Casos de violência física e psicológica contra professores são frequentes

Do G1, com informações da GloboNews

Violência dos alunos provoca stress pós-traumático em professores


Professores são afastados para tratamento após problemas com alunos.
Problema acontece em escolas públicas e privadas, diz sindicato do Rio.


Um problema comum nas escolas é a violência contra escolas públicas e provadas. Nem todas as secretarias de educação fazem um levantamento estatístico dos casos de violência física e psicológica contra os professores, mas eles existem e são muitos. O stress pós-traumático tem se tornado frequente entre esses profissionais.

Com 24 anos de profissão, a professora Nádia de Souza Barbosa conhece bem a realidade da violência nas escolas. "Eu estava em uma sala que não tinha chave, eu me encostei na porta para dar aula um aluno por três vezes chutou a porta sabendo que eu estava ali."

Joseneide Santos de Aquino relata que três alunas colocaram acetona e veneno para matar ratos no café da sala dos professores. "A diretora estava muito assustada e avisou que uma avó ligou para falar que a neta viu umas meninas colocando 'chumbinho' no café dos professores", conta.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

As reais condições de trabalho dos professores do RN

O vídeo abaixo foi feito durante a fala da professora Amanda Gurgel, no dia 10 de maio, na audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Trata-se uma aula sobre as condições de trabalho dos professores, seja no RN ou em qualquer outro lugar do País.

Portanto, você terá oportunidade de entender porque os professores do RN estão em greve.Vale à pena conferir.

Servidores da Emater também ameaçam greve


Servidores da Emater cobram pagamento do PCCS e também ameaçam greve

Os servidores do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte também estão próximos do início de uma greve. Os profissionais cobram o pagamento previsto no plano de Cargos, Carreira e Salários dos profissionais da autarquia, implantado pelo Governo do Estado e aprovado pela Assembleia Legislativa em 2010. Até o momento, apenas a primeira parcela do reajuste foi paga, em setembro, e não há previsão para o repasse das duas parcelas restantes.